Baby - gravidez - maternidade

Quando pode sair para passear com o bebê?

22/11/12

Este é a pergunta que mais tenho recebido ultimamente: Quando pode sair para passear com o bebê?

Não sei se eu pareço muito serelepe já viajando com bebê, dando uma voltinha no pátio do meu prédio e de vez em quando carregando o menininho até a farmácia, pra vocês me perguntarem isto, mas eu saio sempre com o máximo cuidado. A resposta mais prudente seria: a partir das vacinas do segundo mês.

Quando o Theo nasceu, ele passou praticamente 2 meses enfurnado no quarto com o aquecedor ligado e saia pouquíssimas vezes com ele, no máximo para a pediatra. Com o Max foi muito diferente, pois tendo um filho mais velho, que demanda atenção e passeios estratégicos rsrs, você acaba precisando sair pra passear com eles porém em lugares menos tumultuados, com pouquíssimas pessoas, como no pátio do prédio, na farmácia, e se precisasse ir em um lugar com mais gente (como fomos no aeroporto) empacotar o menino para se expor o menos possível.

A verdade é que o bebê é muito vulnerável sem nenhuma vacina, qualquer doençazinha simples, como uma gripe ou uma virose pode ser fatal para este pequenino ser, e para encontrar alguém doente basta virar a esquina ou até mesmo entrar no elevador do seu prédio. Por isto leve seu pequeno apenas onde é realmente necessário, como no pediatra e na casa da vovó.

É claro que após a mãe se sentir melhor após o parto precisa sair atrás de algumas coisas, como na melhor das hipóteses ir a uma farmácia, um supermercado, uma feira, mas para quem não tem um auxílio como o da mãe, de uma vizinha, irmã ou babá, alguém para deixar o bebê faz como? Ou não sai de casa ou sai e carrega o bebê. Mas sempre se lembrar de proteger o pequeno ao máximo e sair com uma bolsa carregada de tudo que você poderá precisar enquanto estiver fora com o pequeno.

O melhor é pensar bem se é realmente preciso sair e levar o pequeno junto, pois imagina se ele pega qualquer doença? Como você vai se conter com tanta culpa (oh, culpa, a maior companheira de todas as mães…)? Mesmo após as vacinas de dois meses, é preciso se informar se há algum surto de doença na região, como catapora, viroses, etc.

O orgulho dos pais quando um filho nasce é tão grande que querem sair para “exibir” seus pequenos ao mundo. E qual a primeira parada??? SHOPPING!!! Shopping pode? Após os dois meses, poder, pode. Mas sempre ficar atento a qualquer onda de doença que estão em lugares com grande fluxo de gente. Ah, e não abuse do tempo: é um passeio rápido.

Mas lembre-se sempre que antes de sair com o bebê, tente se colocar no lugar dele. Se imagine dentro de um útero, quentinho e silencioso, depois dentro da sua casa, onde o maior volume é o da televisão, aí você leva o bebê a um restaurante por exemplo, com o barulho de muitas pessoas conversando, talheres caindo, garçons fazendo o pedido, música alta… Isto irá gerar um stress muito grande e o bebê começará a chorar sem parar!!!!

Qualquer barulho como de um carro passando na rua pode assustar muito, um sol muito forte pode incomodar, calor ou frio excessivo também deixam a criança irritada, é preciso avaliar toda esta situação antes de sair de casa com a criança. Não dá pra pegar uma criança que mal sai do seu quarto e levar por exemplo na missa de domingo, é preciso ir algum dia com a igreja vazia, frequentar lugares menos barulhentos, para o ouvidinho ir se acostumando com o barulho, porque além de ter uma criança estressada, você terá um show de choro insessante também.

Resumindo tudo, a palavra é PRUDENCIA. Pergunte-se sempre: É prudente sair com o bebê para este lugar? É preciso sair com ele? Agindo com prudencia é muito mais fácil decidir.

Quero saber das clubetes já mamães se concordam comigo!

bjsbjsbjs

Meninas que me perguntaram sobre o assunto, quero muitos comentários hein!!!!

Deixe um comentário
  • Avatar Paty disse:

    A Pediatra da minha filha recomenda evitar aglomerações pelos primeiros 6 meses de vida da criança. Eu segui quase a risca seu conselho, saia pouco, fica atenta a pessoas com sintomas de resfriado e etc.., pois tinha muito medo de que ela pegasse qualquer doença, mesmo um resfriadinho, que para um bebezinho vira um problemão. E passado esse período começamos a sair mais, mas sempre com cuidado. E Graças a Deus ela nunca pegou nada mais grave do que um resfriadinho e já estava grandinha.
    Na semana passada fiquei arrasada ao saber que um bebê de quase 2 meses, absolutamente saudável contraiu uma bactéria agressiva e morreu em questão de horas. Muito triste. Agradeci a Deus pela proteção que ele deu a minha filha, e pela paciência de ficar mais reclusa em um período mais sensível da sua imunidade. E por ter escolhido uma profissional super competente para me ajudar a cuidar da minha princesa. vale a pena ter todos os cuidados do mundo com nossos bebês, que são sim sensíveis demais e requerem muito cuidado, amor e carinho..

    • Avatar Thieli disse:

      Paty concordo completamente com vc!!!! tbm nao acho bom sair sempre por aí, mas tem horas que precisamos carregar o neném junto, ne???
      adorei o que vc compartilhou!!!
      bjs

  • Avatar Aline Pereira disse:

    Concordo em partes,
    pq afinal de contas nao é que o bebe vá se assustar com o barulho do mundo a fora,pq mesmo dentro da barriga ele ja adquire conhecimento de toda essa barulheira.Fizeram um teste onde mostrou a reaçao do bebe dentro da barriga quando a mae ligou um liquidificador,ele se assustou e se remexeu todo,ja quando a audição do feto está desenvolvida ele ja adquire um contato com o mundo e seu barulhos caóticos e ja aprende que nao é possivel mais viver no silencio.
    Quando meu filho nasceu nao fiquei mto preocupada,pensando que ele de fato teria que ficar em lugares silenciosos e ociosos…ele cresceu tendo contato com barulhos as vezes eu ligava um som,acostumei ele com pessoas conversando,isso pra mim e pra ele foi ótimo,pois mesmo quando tinha algum barulho em excesso e ele estava dormindo ele nao acordava.Ele ja estava preparado para estar em contato com pessoas sem se estressar…Acho que tudo é uma questão de costume,o que pode acontecer é que toda vez que o bebe estiver dormindo e escutar qualquer barulhinho que seja ele vai acordar e começar a chorar,o que nao é muito saudável nem para nós nem para eles.Em questão de preservar o bebe antes das vacinas acho super valido!!!Pq realmente são seres frágeis que levam algum tempo para se imunizarem.
    Thi adorooo o blog e vc ficou mto gata na gravidez,estou tentando engravidar novamente e com crtz quando der positivo estarei aqui para roubar os looks de gravidas e pegar as dicas de cremes e etc!bjao

    • Avatar Thieli disse:

      Aline, concordo com o que vc disse. Mas ainda assim acho que um bebê tem que ser "apresentado" ao mundo aos poucos. Se vai levar a um restaurante, que seja um restaurante mais tranquilo. Se vai levar a uma missa, que seja mais velho e num dia mais tranquilo. Se vai ao shopping, que nao seja no fds. Enfim, apresentar o bebê ao mundo em doses homeopáticas. Existem crianças também que tem uma audiçao super aguçada, como é o caso do meu Theo, que se treme todinho (desde bebê até hoje) quando passa um ônibus ao lado dele, por exemplo. Têm uma sensibilidade aguçada, e nao é assim por frescura e falta de frequentar lugares assim nao, procurei auxilio com relaçao a isto e tive a resposta que ele e uma criança com a sensibilidade e audiçao aguçada. tive que passar por este processo com o Theo, e é também por isto que dei estas dicas no blog.

  • Avatar Ciça disse:

    Aí, Thi, está aíuma grande preocupação minha… Meu esposo é pastor de uma grande igreja, então ir ao culto não é algo que acontece de vez em quando em nossa família, mas, sim, três vezes por semana. Sei que, quando meu pequeno chegar, a igreja ficará super empolgada para conhecer o bebê. Todos vão querer ver, pegar etc. O que vc me recomenda? Como lidar com essa situação? Obrigada!

    • Avatar Thieli disse:

      Vc está grávida Ciça, é isto? No seu caso vc tem q agir como mãe leoa. No primeiro mês é difícil até de sair de casa, evite sair com ele. Se realmente for necessário, se alguém quiser pegar, essas coisas, interfira da forma mais educada possível, dizendo que o bebê está irritado que não quer ir pra outro colo, se estiver dormindo diga a pessoaque o bebê está dormindo e ponto final. Apesar de todos quererem ver, vc nao pode expor seu bebê a ponto de ir no colo de todo mundo… ah, e ande sempre com um alcool gel na bolsa e ofereça para alguem quer quer pegar o bebê sempre. Mas consulte seu pediatra, o que eu te disse é o que eu faria, mas seu pediatra poderá te dizer melhor como agir. Bjs

  • Avatar Camila Bragança disse:

    Ótimo post… infelizmente, por morar sozinha na cidade, não tenho babá, não tenho avós nem amigos que podem cuidar do pequeno, terei que me arriscar mais vezes e se Deus quiser Ele vai entender minha situação e protegerá meu rebento, rsrsrs.
    Não concordo em deixar o bebê dormir a noite toda, como você disse no início do post. Bebês estão sujeitos a queda de glicose e isso pode ser muito perigoso. Já pesquisei sobre o assunto e me assustei com a confirmação de que essa possibilidade é real. Sou sortuda, mãe de primeira viagem, meu bebê dorme a noite toda MAS o acordo de 3 em 3h, troco fralda para que ele desperte e ele mama, não muito, somente para "forrar" o estômago. Ossos do ofício,rs.

    • Avatar Thieli disse:

      Oi Camila, pois é, é o que eu disse, nem todas concordarão comigo, porém eu procurei auxilio da pediatra antes de tudo. A primeira vez que o Max emendou a noite, tipo umas 6 horas de sono seguidas, eu o acordei pois fiquei muito assustada, porém ela me disse que quando a criança está ganhando bastante peso, como foi o caso do Max, eu não precisaria me preocupar com a queda de glicose, pois ele estava bem alimentado. Obrigada por participar aqui!!!
      bjs

  • so sair de casa com quando o meu bb com 3 meses

  • Avatar Mary Arantes disse:

    Aqui em Londres vc vai encontra recem nascidos de 1 semana no shopping,no mercado…principalmente nos restaurantes pq ninguem cozinha em casa entao resy=taurantes tem bebezinho o tempo todo,no trem no metro…o meu vai fazer 2 meses dia 28 e euu estou evitando saair muito pq uma terra onde tem gente do mundo todo eu nao gosto de sair com ele,aonde vc for se tiver 200 pessoas cada uma vai ser de um pais diferente e eu nao acho legal,principalmente pq muitos nao tem nem habitos de higiene como tomar banho

  • Gostei do post
    Meninas uma coisa que eu aprendi é: que quando se é mãe, tudo é tão relativo, cada um tem uma opinião é uma rotina diferente algumas vão concordar e outras não, eu por exemplo super me intentifiquei. Minha bebe tem 2 meses e 10 dias ela já tomou a vacina de 2 meses eu estou quase pirando dentro de casa mais ainda tenho muita cautela em sair com ela, acho que posso esperar mais um pouco para sair e extravasar em restaurantes, shoppng ou festas. Mais vamos tentar pensar mais no bebe do que em nós. Que dá tudo certo! Beijos

  • Avatar Dani disse:

    Posso ir para beira de Rio com bebê de 28dias , não irei banhar só companhia !!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Já segue o nosso canal?

Error type: "Forbidden". Error message: "The request cannot be completed because you have exceeded your quota." Domain: "youtube.quota". Reason: "quotaExceeded".

Did you added your own Google API key? Look at the help.

Check in YouTube if the id PLJ4VbbF_Z-d74BwXPHSJcg-Y0aN71-MIZ belongs to a playlist. Check the FAQ of the plugin or send error messages to support.

Clube de Duas | Desenvolvido e gerenciado por gCampaner