Clube de Duas

Ensinando um bebê a dormir sozinho

18/11/11
Parece pegadinha quem não é mãe ler que a pessoa tem um bebê de 1 ano e pouco e fica aí dizendo que não dorme. A maioria das mães vai ler este texto e se ver em vários momentos. Quem não é mãe vai ler , achar algumas coisas estranhas e talvez até se chocar.

 

Antes do Theo nascer, eu li um ou outro livro sobre bebês e apesar de ler muita coisa achei que iria tirar de letra, afinal, sempre me dei super bem com crianças e sou louca por elas. Achei que o “feeling”iria prevalecer sabe? O feeling prevalece na maior parte das vezes… mas fazer dormir é realmente uma tarefa difícil.
Logo quando nasceu, o Theo até era bem bonzinho, mamava umas 11 da noite e depois só lá pelas 4 da manhã, isso é um céu pra mãe de recém nascido. Lá para o quarto mês de vida, ele começou a emendar as primeiras noites…. eram raras, mas aconteciam. Com o tempo, ele passou a acordar, religiosamente, somente as 3 da manhã para mamar. Algumas vezes dava uma choramingada, mas era basicamente isto: Acordar, mamar e voltar a dormir. Após o seis meses o negócio de sono começou a ficar difícil: era difícil de fazer dormir no início da noite, ele acordava umas 2 ou 3 vezes por noite chorando (todos da casa saiam correndo para não deixar ele chorar muito, para não “acordar muito” sabe?) e voltava a acordar lá pra umas 6:30 da manhã “cheio de energia” acordando a casa toda.
Ouvi muita gente dizendo que ele não se cansava o suficiente para dormir a noite toda – eu ficava tentando imaginar como fazer meu pequeno se cansar mais, rsrsrs, mesmo ele sendo ligado no 220vv – e também que ele poderia estar dormindo muito durante a tarde, que era coisa de 1 a 1:30 horas de sono. Pra uma mãe desesperada para dormir e ver seu filho dormir, qualquer “conselho”servia. A minha ajuda era que a babá do Theo dormia com ele e salvava eu e meu marido de ficarmos acordando todas as noites, mas e o sono dele?
Como a maioria das crianças, começar com o papo de “vamos dormir?” era uma loooonga história todas as noites. Era sem dúvida a coisa que eu menos gostava de fazer com ele… acabava todo mundo sofrendo, era muito difícil de “desligar” o pequeno. Com o tempo, fomos arranjando alguns artifícios para enganar a hora de dormir… Começamos balançando ele no carrinho, ele acabava dormindo de tonteira. Depois, quando só o carrinho não era suficiente, passamos a colocar o dvd’s dele para assistir enquanto balançávamos no carrinho. Demorava cerca de 30 minutos, todas as noites. Depois, durante a noite, passamos a fazer o mesmo. Era um choro desesperador e quanto antes colocássemos ele no carrinho, mais rápido ele parava de chorar. Era como se ele não gostasse de saber que dorme no berço. O “bom”nisto tudo, era que ele dormia cedo, ia pra cama entre 8:20 a 8:40, dava pra eu dar conta das minhas coisas depois disto.
Em meados de agosto deste ano, o Theo era uma bomba relógio durante a noite. Faríamos tudo pra ver este mulekquinho dormir a noite toda. Até o matriculei na natação para tentar “cansar” mais o menino. Tadinho… estávamos desesperados para não vermos mais ele acordando de hora em hora num choro desesperador ou passando a noite em claro, parecia que ele perdia o sono e ficava de 2 às 5 da manhã acordado e achava ruim se parássemos de balançar o carrinho.
Eu ficava impressionada com a minha vizinha Simone, que colocava o bebê dela no berço, dava um boa noite e saia do quarto (…) Chocada com a facilidade. Ela até me falou que usava o método do livro “a encantadora de bebês” (livro que eu lí e não dei muita importancia) para colocar o bebê pra dormir.  Inclusive neste livro, a autora apelidava pais como nós de “paternidade acidental”, que não sabiam ensinar seus filhos a dormir. A maioria das pessoas falavam que era fase, que já passaram por isto e que de um dia para o outro isto iria mudar, assim, como um passe de mágica… eu não estava acreditando muito nessas mágicas…
Passei a pesquisar na internet muitas coisas sobre o assunto, mas eram dicas vagas, nada que acrescentasse muito, as vezes eu até tentava alguma dica em vão… mas tentava. Procurei em alguns blogs sobre o assunto, acho que blogs são mais fáceis de se enxergar neles, mas também não encontrei muita coisa sobre o assunto. Acontece também que isto destrói o ego da mãe, como se ela não conseguisse fazer o próprio filho dormir, uma coisa tão simples e talvez ninguém quisesse “abrir o coração” para relatar isto e acabava que eu não achava nada sobre o assunto em lugar nenhum. Pelo menos era esse o sentimento baixo astral que eu sentia.
Aí eu lí em algum blog sobre “terror noturno” aí me deu um estalo “eureka, pode ser isto” me deu até um calafrio em pensar que ele poderia estar sofrendo tanto. Pesquisei muito sobre o assunto e ví que o Theo se encaixava em várias situações, inclusive medo e insegurança durante o dia, aí ví que isto poderia ser tratado no instituto do sono em SP. Descobri que aqui em SJC tem um instituto do sono, liguei pra lá e falei sobre a situação do Theo e a atendente disse que tinha uma pediatra do sono para atender naquele mesmo dia!!!! Gente, que alegria de saber que eu poderia ouvir de uma profissional se o sono do Theo tinha algum problema. – Detalhe que eu nem sabia que existia pediatra do sono.
Fomos todos: Eu, Theo, Caco (o maridão) e a babá. Fomos todos para cada um dar sua contribuição sobre o que acontece com o Theo e para ouvir tim tim por tim tim como resolver isto. Ela quis ouvir a vida do Theo inteira. Contei tudo e ela me respondeu “ele não tem terror noturno”. Como não gente? O menino tem todos os sintomas da sindrome!?!?  Ela conversou muito conosco e disse que o Theo tinha maus costumes para dormir e tinha muitas coisas atrapalhando o sono dele, como:
  • Horário da Janta. O Theo jantava tarde, 7:30 é um horário tarde para quem dorme as 8:30. Primeiro costume a ser trocado: Jantar de 7:30 para 6:30.
  • Brincadeiras durante a noite. Eu sou pilhada, o Theo teve a quem puxar toda esta energia e inquietude. Quando eu chegava em casa a noite, eu brincava muuuuuito com ele de jogar bola, esconder, cosquinhas, pega-pega… tudo! E na hora que o Theo ia dormir, ele estava a mil. Não queria dormir. Ele precisava desacelerar. Combinamos que após a janta não brincaríamos de nenhuma brincadeira muito agitada, apenas assistir filminho, cantar uma musiquinha, ler um livro… coisa leves (gente, vocês não imaginam o quanto isto foi difícil) e inclusive esconder a bola após a janta.
  • A babá dormir fora do quarto dele. Como minha casa antiga não tinha dependência, a babá do Theo dormia no quarto dele e era a primeira a acordar e a primeira que ele via quando acordava, pois ele acordava e já chamava ela para brincar. Com este tanto de acorda-acorda, colocamos ela para dormir no quarto de hospedes, para tentar fazer ele esquecer de chamar alguém. Já era algo que tínhamos feito, mas a dra reforçou.
  • Rotina do Sono era OK. Aproximadamente as 8:30 da noite, todos os dia, o Theo tomava um banho, após o banho eu fazia uma massagem leve e rápida (o Theo não fica quieto por muito tempo) e colocava ele para dormir.
  • Horário da primeira mamadeira. Como Theo jantava as 7:30, na hora de dormir ele não sentia fome para mamar e ia mamar lá para a meia noite, durante o sono. Jantando mais cedo, ele passou a sentir uma certa fominha na hora de dormir e tomava uma mamadeira ao deitar, isso, de alguma forma, facilita o sono.
  • Mamadeira durante a noite – CORTA. Na idade dele, ele não mama mais por fome e sim por hábito. Ele sempre acordava lá pelas 3 da manhã para mamar, então deveríamos tirar.
  • Filminho – CORTA. Assitir TV ou qualquer outra coisa deitado manda um comando para o cérebro para ficar acordado… a Dra contou direitinho o que a TV faz no cérebro, cientificamente falando. O resultado é que acende mais ao invés de fazer dormir #fail.
  • Carrinho – CORTA. Esse negócio de fazer bebê dormir no carrinho é errado, a criança tem que aprender a dormir no berço. Portanto a partir desta data todos os conselhos dados pela Dra seriam seguidos, inclusive o pior: Deixar chorar. E que aconteça o que acontecer, não pegue ele no colo e nem tire ele do berço.
  • Objeto de transição: O Theo precisaria de um bichinho de pelúcia ou boneco para “protegê-lo”durante a noite. Algo que fizesse ele ter confiança para dormir e abraçar. Escolhi o bonequinho do Wood que é o que ele mais gosta. Mas atenção, ele não pode brincar mais com o boneco durante o dia, é um objeto somente para a noite.
  • Chupeta: Somente durante o sono. A Dra também disse que se a chupeta fosse deixada somente para a hora do sono, iria facilitar muito as coisas… e olha que foi fácil deixar a chupeta só para a noite viu? Se bem que ela falou que quem inventa de pedir chupeta são os adultos, não o bebê.
  • Evitar contato. Quanto menos mexer com ele durante a noite, mais fácil será para ele entender que noite é para dormir e não para ser carregado, ninado, etc. Deveríamos colocar o Theo no berço e nos afastar.
Horas Bolas, o Theo tinha terror era de dormir no berço, mas era alí o lugar de dormir. Segundo o conselho da Dra, teríamos que fazer o seguinte. Após o banho, massagem, vestir o pijama, colocá-lo no berço, cantar uma musiquinha (ou 2) ou contar uma historinha, dar beijinho de boa noite e sair do quarto. Se chorar, deixa chorar. Pode uma coisa dessas gente???
Eu não poderia deixar o Theo chorar desesperadamente. É “desumano”. Até disse à Dra que já tinha tentado fazer isto quando ele tinha 9 meses, mas não consegui. O Theo chorou demais, eu chorei, depois de 30 minutos entrei no quarto desesperada e ele ficou soluçando a noite toda.. foi terrível. Mas o bom da pediatra do sono é que ela sabe que isto é um ponto fraco e soube tratar isto comigo muito bem. Explicou que se ele continuasse a dormir assim, ele seria um menino com déficit de atenção, que não conseguia se concentrar e que o sono nesta fase da vida é muito importante para o crescimento dele, pois é no sono que é desenvolvido o hormônio do crescimento e mais um tanto de hormônios. Enfim… foi um papo de duas horas e meia! Saí de lá muito certa de que teria algumas noites em claro e ouvindo muito choro. Estava decidida: O Theo precisava dormir e eu também!
Me lembrou o programa que eu assiti algumas vezes durante a gravidez do Theo chamado “Doces Sonhos” no People and Arts. Vocês conhecem?
No primeiro dia a noite começou boa. Janta as 6:30, filminho e livrinho até as 8:30, banho as 8:30 AND berço.
Pra começar que o Theo não queria nem entrar no berço. Ele chorou muito e me gritou bravo, tipo “poxa vida mãe, me tira daqui!!!” Ele chorou, chorou, chorou, chorou… a ponto de enlouquecer alguém. Eu fiquei sozinha lá com o Theo e fui conversando com ele, tentando passar segurança. Convidando ele a cantar comigo. Que alí era o quarto dele e não tinha porque chorar… enfim, muita psicologia, rsrsrs. Para o primeiro dia eu não quis largar ele sozinho no quarto, a primeira dificuldade era só fazer ele dormir no berço, então fiquei por lá… Após 40 minutos de choro, eu saí do lado dele, fiquei próximo ao trocador, e disse que se ele não sentasse (ele estava na beira do berço, pedindo pra sair)  eu iria sair do quarto. Ele sentou (aleluia!). Quando ele sentou, eu fui chegando pertinho dele… cantando uma musiquinha, encostei nele e deitei ele no berço. O Theo deu um suspiro e dormiu. Eu saí do quarto, Caco e a babá estavam incrédulos me olhando com aquela cara de susto “dormiu?” Sim gente… eu consegui fazer o Theo dormir no berço.
A noite foi de expectativa: Que horas ele iria acordar? Será que eu conseguiria ter tanta atitude para fazer ele dormir de novo daquela forma? Quanto tempo será que ele ficaria acordado? Quanto tempo eu aguentaria ficar acordada tentando este novo método? …
As 1:30 da madrugada ouvi o chorinho dele. Cheguei no quarto e a babá estava com ele no colo. Bom, olhei pra ela com cara de mãe brava (rsrsrs) e falei que não foi aquilo que pretendíamos fazer. Na hora ela colocou o Theo no berço e ele ficou chamando ela tipo “Me tira daqui!!!”. Quando ví que ela estava atrapalhando, pedi pra ela sair, pois o Theo estava vendo nela uma forma de escapar do berço. Quando ela saiu, o Theo chorou muuuuuito mais. Acredito que ele pensou que a única forma dele sair do berço estava indo embora.
Acontece que isto não é tão simples quanto eu estou dizendo e nem tão desumano quanto parece. Colocar um bebê para dormir nestas condições é um caso complicado, ele já tem suas vontades e sabe exatamente como conseguir o que ele quer : Chorando e fazendo pirraça. A mãe tem que ser forte, mais do que imagina e saber colocar ordens onde até hoje não conseguiu. Deixar o bebê chorando é mais irritante do que desumano. Este choro, é um choro de manha, de pirraça, não é de fome e nem de dor, é a forma de ele conseguir o que quer e neste caso, ele não tinha a opção de querer nada. Era hora de dormir!
Parecia que ia ser pior, mas como da primeira vez, eu saí de perto, falei que cantaria mais uma música e se ao final da música ele não estivesse sentado, eu sairia do quarto. Ele chorava muito mas estava entendendo a situação. Quando eu terminei a música, disse que iria sair do quanto e… ele sentou. Danadinho o rapaz né? Aí eu fui lá agradecer a ele por ter deitado e que mamãe estava com muito sono. Pedi pra ele fechar o olhinho pra dormir logo, porque eu também queria dormir… Eu fiz um carinho na barriga e saí de perto. Fiquei mais uns dois minutos no quarto e ví que estava tudo ok e saí. O Theo dormiu. Mais uma vez saí do quarto e meu marido não conseguia acreditar naquilo.
Deitei me fazendo as mesmas perguntas de antes, que horas ele iria acordar, se eu iria ter a mesma força de vontade de ouví-lo chorar e passar por cima de tudo… mas acima de tudo eu estava orgulhosa do que estava fazendo. Estava sentindo que estava fazendo certo, que estava no caminho certo para fazer todo mundo dormir bem, principalmente o Theo.
O nosso sono foi mais pesado do que imaginava. O Theo acordou as 8 da manhã. Oito Horas da Manhã. OITO! Coisa que ele nunca tinha feito antes. Senti que ele dormiu o que precisava e acordou satisfeito da vida. Neste dia o Theo estava surpreendentemente mais feliz, mais concentrado, obediente e animado. Ele enfim estava tendo um sono de qualidade. Ele e nós.
Na noite seguinte, que era de um sábado para domingo, foi rodeada de expectativas. A rotina do sono foi seguida à risca… e às 8:40 Theo estava no berço. Mamou, virou de lado e dormiu. (PAUSA DRAMÁTICA) . Dormiu, assim como se desliga um brinquedo, o Theo dormiu durante longas e satisfeitas 12 horas. Ininterruptas. Parecia mágica, assim como me falaram que de um dia pro outro ele dormiria a noite toda – só que com um esforcinho a mais.
O meu susto foi tão grande que as 3:30 eu acordei esperando o Theo acordar. O “choque”foi grande a ponto de eu e o Caco ficarmos acordados por 1 hora, felizes da vida, pensando “gente, ele esta dormindo mesmo”. Às 6 o Caco tinha um compromisso esportivo (sim, bem no domingo) e saiu. As 7:30 eu acordei de novo esperando o Theo acordar e voltei a dormir. As 8:30 ouvi “maaammmm” bem longe e saí correndo pensando “meu deus, o Caco é doido. Saiu e deixou o Theo sozinho na sala”. A sala estava vazia e o grito era de um vizinho… rsrsrs. O Theo estava dormindo igual um anjinho, chegava suspirar de satisfação. Eu voltei pra cama e fique até cansada de esperar ele acordar: Quem diria!
Quando ele acordou, vesti o pequeno rapidinho e fomos a igreja. Ele se comportou suuuuper bem e igual um rapaizinho. Uma boa noite de sono vale ouro. Fomos agradecer a papai do céu por esta benção.
Já se passaram quase 2 meses desde esta mudança de hábitos. Foi tão bom, que mesmo mudando de casa o Theo sentiu pouco e continuou a dormir a noite toda. É obviu que nem todas as noites são iguais. Outro dia o Theo foi “atacado” por uma alergia e se coçou muito e a noite foi aquela trabalheira. Mas hoje a rotina é dormir durante toda a noite, as vezes aparecem alguns choramingos, mas coisa de criança né? … Ele também passou a acordar mais cedo, entre 6:30 as 7:30 – assim como tem dias que acorda as 9 –  Coisa de crianças né….
À Dra Elitania eu só tenho que agradecer e deixo aqui o contato dela.

 

Deixe um comentário
  • Avatar Carla disse:

    Oi Thi,É, fazer a turminha dormir não é tarefa fácil. Com meus 4 fica difícil deixar chorar, mas vez ou outra também me visto de super nanny e deixo a turma chorando até dormir. Hoje, eles dormem bem e só a Gabi que anda instável. Saudades das minhas longas noites de sono ininterruptas rsrs.Tarefa difícil para nós mamães, mas extremamente necessária.BeijosCarla e Quarteto

  • Avatar Anonymous disse:

    Caramba, parabéns! Não tenho filhos e por mais que eu imagine toda a situação, talvez ainda não chegue perto do que vc sentiu. É Claro que a mãe sofre junto por saber que dormir pouco não é saudável. Está de parabéns pelas mudanças que fez e por ter conseguido fazê-lo dormir. Não deixe que a babá saia dessa rotina que criaram.

  • Avatar Juh Pignaton disse:

    Ameeeeeeii…eu nunca vi um texto tão completo sobre como fazer um baby dormir…hihiEu não tenhos filhos,mas meus pais tem muitos afilhados e eu conheço mts babys,mas cada mãe tem muitos mals costumes diferentes relacionado a isso.Indicarei um pediatra do sono a elas.^^bJuh

  • Avatar Anonymous disse:

    Nós mães somos gerreiras(pais tbm) estou encantada com o q vc declara até me emocionei, sou mãe e minha filha só dormi lá pras 23:30h, mais dormi a noite toda, e acorda as 9:30h eu ja não sabia o q fazer o ano q vem ela vai p/escola matutino e precisa 7:30 esta la, vou segui a risca o q você postou, muito obrigada thi e parabéns vc me surpreende a cada dia…bjins lais sou sua fã minhas roupas esquecidas no armario combinam demais com jenas, coletes…

  • Avatar Luana Romanel disse:

    Nossa, dormir é mesmo um problema sério.A Luisa ficou até o terceiro mês sem dormir nada, no máximo 2 horas por noite. Fiquei destruída!Depois disso troquei o Nan e por coincidencia ou não, ela nunca mais acordou a noite. Dorme as 22:30 ou 23:00 mas acorda as 9:00.Isso parece um sonho né?! Mas tem a parte ruim, ate hj ela dorme no meu quarto.O Pedro (pai dela) ja me cobrou muitas vezes isso, mas acostumei desde qdo ela era bebezinha. (hj ja tem 7 meses, uma moça.)Todas as vezes que coloquei ela no berço quem não dormia era eu. Fico a noite inteira indo no quarto dela pra olhar se ela não virou e esta com o braço de mau jeito, se ela esta respirando normal, se nao esta com frio, calor, etc. Aiii pra mim é um sofrimento. Agora não sei se ela dorme feito um anjo por saber que estou ali do ladinho dela, ou se esse sono vai permanecer longe ( quarto ao lado) de mim.Não sei mesmo o que fazer.Mas adorei seu post de hj, super completo para nós mamães.beijos pra vc

  • Avatar dany tiemi disse:

    Oi Thi,td bem?Ser mãe parece ser tão simples,mas so sendo mãe pra saber o minimos detalhes…Tem dicas que passam tão desapercebidas..que no final sao dicas milagrosass rsrsEu,daqui lendo o post senti o seu orgulho de ter vencido esta etapa do sono,hoje mesmo por coincidencia pesquisei sobre DTA …achei que eu tinha hahaha mas naoo, já que eu vi uma materia que a sabrina sato tem,vai que era de natureza japa neh hehe…Olha são os pequenos detalhes mesmo…nao ter brincadeiras antes de dormir pra nao despertar..colocar pra dormir cedo…chupeta so na hora de dormir..Graças á Deus meus filhotes sempre dormiram bem….o davi tem 10 meses e ja dorme a noite toda..mas tmb dorme 19:00 e acorda so 7:30 …mas ai é umas 0:00 dou uma mamadeira pra ele ,pra ele dormir maisss ,mas com a barriguinha cheia…acho que dorme mais rsrs..Afff queria poder falarr muito maiss…mas isso aqui ta ficando enormeee !!!bjossssss

  • Avatar Anonymous disse:

    Tenho um baby de cinco meses, e graças a Deus, ele sempre dormiu a noite toda… dês de quando nasceu.Mas tanto eu quanto meu maridin, não somos agitados, pelo contrario, adoramos dormir… mas agora fiquei preocupada, como vc disse criança tem fases..será que o meu vai dar trabalho pra dormir rs …mas são ótimas as dicas!!Angélica

  • Avatar Anonymous disse:

    mto bom…pra quem é mamae deve ter sido umas 3 "maos na roda".

  • Avatar Maytê disse:

    Thieli, realmente…quem não é mãe não imagina tamanho trabalho e confesso que estou um pouco chocada mesmo!!rs eu imaginava que um baby dessa idade era super tranquilo, que o dificil mesmo eram os primeiros meses rsrs claroooo que isso me assustou mttt pelo fato de amar durmir!!!tanto eu quanto o futuro marido..rsJá guardei esse seu post..vai me servir daqui alguns aninhos rsrsParabens pelo blog..sempre mttt bom e interessante!!!

  • Avatar Claudinha disse:

    Menina, achei muito interessante isso…não imaginava que o Theo era assim…ele é tão ligado no 220, como vc mesma disse, q eu imaginava q ele capotava de noite!Que bom q ele agora tá mais tranquilo!! =DInteressante mesmo! Gostei do post!

  • Avatar Thi disse:

    @Carla carla, vc é uma guerreira. Nem sabe o quanto que eu e várias mães te admiramos por conseguir dar conta de 4 tudo de uma vez!!! Eu aqui com 1 fico penando.. rsrsrs Ma sé verdade, tem que fazer baixar a Super Nanny!!! rsrrs

  • Avatar Thi disse:

    @Anônimo Virei sargenta, ninguém aqui sai da linha mais!!! rsrsrsrs

  • Avatar Thi disse:

    @Juh Pignaton cada crianç é diferente a outra, mas pode ser vir de lição pra alguém.

  • Avatar Thi disse:

    @Anônimo Como eu disse, não tem receita. Veja se vc na vai bagunçar a rotininha dela com uma mudança drastica. tente a cada 3 dias adiantar 10 minutos na rotina dela e talvez você consiga fazer ela dormir mais cedo e acordar mais cedoo

  • Avatar Thi disse:

    @Luana Romanel Luana, pra mim também foi um pouco traumático deixar o Theo dormir sozinho, mas ninguém morre não viu? rsrrsr falo assim pq a gente sempre pensa no pior, mas sai todo mundo mt bem da situaçao. É melhor vc fazer isto enquanto ela é pequenininha, pq depois mais tarde vai ser pior…

  • Avatar Thi disse:

    @Luana Romanel Luana, pra mim também foi um pouco traumático deixar o Theo dormir sozinho, mas ninguém morre não viu? rsrrsr falo assim pq a gente sempre pensa no pior, mas sai todo mundo mt bem da situaçao. É melhor vc fazer isto enquanto ela é pequenininha, pq depois mais tarde vai ser pior…

  • Avatar Thi disse:

    @dany tiemi vc nem sabe o tamanho do meu orgulho!! rsrsrs só eu sei a quantidade de noites em claros que nós passamos!!!

  • Avatar Thi disse:

    @Anônimo as crianças sempre tem suas fases… a fase de nascer dentes, de sonhar… de tirar as fraudas… mas o bom é q vc conhece a rotininha dele, e saberá como fazer tudo voltar ao normal…

  • Avatar Thi disse:

    @Maytê toda etapa tem suas dificuldades… conheço bebes que nunca acordaram, outros sao danadinhos como o Theo, outros resolveram esta situaçao a pouco tempo. Normal não é, como eu disse no texto, mas pode acontecer…

  • Avatar Thi disse:

    @Claudinha Hoje ele capota. O problema é que quanto menos as crianças dormem, mais agitadas elas ficam, se não conseguem dormir a quantidade de horas necessarias, nunca tem um sono de qualidade e tranquilo… hoje com o sono "consertado" ele capota… rsrsrs

  • Avatar Anonymous disse:

    Meu filho tem 01 e 4 meses…o que aconteceu com o seu filho eu passei com o meu desde o primeiro dia no hospital…meu filho nao dormia…ele acordava de hora em hora e eu achava que era fome e que meu leite nao bastava, tentei mamadeira mas ele nao aceitava….as pessoas me falavam que quando ele completasse tres meses ele iria mudar, pois nao mudou eu vivia igual um zumbi…fiquei traumatizada a ponto de falar q nunca mais teria outro filho…ele só começou a melhorar quando completou 01 ano…hj ele chora ou resmunga umas duas vezes na noite mas nao chega a acordar ele é bem agitado dorme por volta das 9:30 da noite e acorda 7:30 a 8:00, nunca mais tive um noite de sono inteira mas está bem melhor que antes rsrsrrDani

  • Avatar Isabela disse:

    Olá, acabei de conhecer seu blog porque vi seu comentário no Casamenteiras.
    Minha Nina dorme a noite toda desde os 2 meses de vida, mas aos 5 meses começou a dar trabalho, pois eu amamentava na minha cama, pois não tinha espaço no quarto dela, e quando chegava no berço acordava e berrava…o pedi disse para deixar chorar e eu horrorizada mas tentei.
    Eu chorava junto com ela, ia lá de 5/5min, conversava mas não pegava…dizia que ela tinha que aprender a dormir sozinha e bla bla bla. O primeiro dia fiquei 1h40 com ela…depois o tempo foi diminuindo e hoje, ela com quase 2 anos, me pega pela mão e vai pro quarto…numa boa.
    Coloco ela no berço, dou boa noite e as vezes ela ainda fica brincando…rs
    Com certeza, nós é quem acostumamos mal…mudei de apto faz 2 meses e achei que ela fosse estranhar o quartinho, então ficava no quarto com ela até dormir…cheguei a ficar mais de 1h e nada, e quando saia ela ficava chorando…foi 1 semana eu no quarto com ela e quando expliquei para ela que não ia mais ficar, fechei a porta e pronto, dormiu. Ou seja, já estava acostumando mal de novo…rs
    beijão

    • Avatar Thieli disse:

      Oi Isabela, pois é, a culpa é sempre nossa. Ja experimentei mudanças de hábitos com o Theo que nós acabamos incluindo sem querer, mas qnd nos damos conta, já está tudo de cabeça pra baixo de novo, e vamos lá começar tudo de novo…rsrsrs

  • Avatar Evelyn disse:

    Olá, acabei de conhecer seu blog, vi um link no e-familynet…
    Meu filho está com 1 ano e 7 meses e ainda acorda toda madrugada (mama no peito ainda!), eu tirei as mamadas durante o dia e queria tirar agora a da manhã, da noite e principalmente das madrugadas, pq acredito que seja isso que faça ele acordar tanto, ele acorda por puro costume, desde pequenininho ele acorda muito, agora menos que antes, mas ainda ta difícil! ele ñ gosta de tomar leite na mamadeira e tbm nunca gostou de chupeta…mas de resto se alimenta muito bem!
    Eu já tentei essa de "deixar chorar" quando ele tinha uns 10 meses e morriiii de dó e como vc eu fui lá e cedi o peito, assim ele voltou a dormir como um anjo…rs…mas eu ando muito cansada e acredito que ele também precisa ter suas noites "diretas" de sono. Acontece que meu marido só faltou me denunciar pra polícia, pois é totalmente contra q eu faça isso..primeiro q ele ñ apoia eu tirar o peito e segundo pq ele ñ apoia q eu deixe meu filho chorar….então td isso me fez desitir dessa tática, mas pelo visto já deu certo para mtas mamães q ñ dormiam neh? …(continua)

  • Avatar Evelyn disse:

    (continuação)…..queria saber o q fazer qdo a gente tem um marido q ñ ajuda (nesse sentido) pq já é super difícil pra gente ver toda aquela choradeira e ficar horas acordada por ñ sei qtos dias tentando fazer os pequenos dormir….imagina então quando o marido ainda fica te condenando por isso como se vc fosse a pior mãe do mundo…..poxa pra mim isso é mto difícil…mas preciso voltar a dormir bem…o q vc me indica??…rs…

    • Thieli Thieli disse:

      Evelyn, primeiro que ninguém vai presa por deixar uma criança chorar, ou coisa assim. Isso so existe se bater em criança, que acredito que não é o que vc faz. Antes de começar a tratar o sono do seu filho, é preciso conversar com seu marido e mostrar a ele tudo q pode acontecer caso seu filho não durma direito como deficit de atenção futuramente, problemas com o crescimento (lembra que o hormônio do crescimento é produzido durante o sono profundo?), insônia na futuro e provar para ele q a criança chora como forma de conseguir o que quer e não porque sofre. Não deixe seu filho apenas chorando, fique com ele no quarto, cante, converse, mostre que esta noite ele dormira sozinho e que não haverá contato físico. Não toque nele, não pegue no colo e lembre-se que uma vez iniciado o processo, caso vc pegue no colo, tem que começar tudo do zero. Não é fácil, mas vc precisa decidir qual dos dois caminhos seguir…. Desejo mt sorte e que vc consiga. Bjs

  • Avatar Anderson disse:

    Olá,
    Em primeiro lugar quero agradecer a você pelo compartilhamento de informação tão valiosa!
    E informar às pessoas que sofrem com este problema, que todo esse procedimento funciona. Fiz com minha esposa, claro que não tão igual ao que você postou ( Cada Criança tem suas devidas necessidades). Hoje completam 10 dias que o Pedro ( 1 ano e 2 mês ) dorme perfeitamente bem. Ontem conseguimos o recorde de ir dormir às 19:30 e acordar às 06:00.
    Vamos aos detalhes: Pedro desde os 7 meses não mama ( Minha esposa teve que assumir concurso em outra cidade e tive que ficar com ele), mesmo antes disso já havíamos tirado a mamada da madrugada. Como ele ficava o dia inteiro com a Babá, ela acostumou colocar ele pra dormir sempre sentada com ele na rede balançando. Daí quando ele acordava, se não tivesse uma rede disponível era complicado. Aos 8 meses tentei deixar ele chorando, foi difícil mas consegui que ele passasse uns dias dormindo bem. Daí veio um resfriado e no mesmo período ele estava nascendo dente, com muita dor e sempre febril. Ficamos com dó, e pegávamos sempre que acordava chorando de dor, dávamos o remédio e ficávamos com ele até adormecer. Resultado: voltou a não dormir bem! E daí pra frente nada mais funcionava. Foi então que li este depoimento e tudo foi resolvido. Obrigado mais uma vez e parabéns pela iniciativa.

    Evelyn: Vi seu desespero e como marido não poderia deixar de dar umas dicas: Não sei de nada da vida de vocês e nem do seu dia a dia, mas sei de uma coisa: somos todos egoístas ( Homens e Mulheres ) e queremos sempre o que é mais fácil pra gente. Converse com seu marido, explique carinhosamente a situação, fale que vai dar um tempo pra ele se adaptar, faça tudo com amor e carinho sem exigências e espere. Comece com rotinas leves, trocar uma fralda por dia por exemplo durante uns dias. Depois peça pra dar um banho no bebê e pegue pra enxugá-lo e termine o serviço. Assim ele verá que não é fácil, nem tão pouco leve e lhe ajudará. Ahh claro! Não esqueça do tempo só de vocês, como namorados. Vale muito à pena pagar uma babá por uma noite e sair pra curtir! Tente.

  • Avatar Carine Ziliotto Garbin disse:

    Thieli queria te agradecer muito teu relato minucioso, me esclareceu, encorajou muito e já fiz com meu pequeno essa noite e deu certo, só fiquei numa dúvida, o escovar os dentinhos em que momento fica na rotina? pq eu dei a mamadeira pra ele já no berço e aí teria que tirar ele do berço após a mamada pra escovar os dentes, como vc fazia?
    muito obrigada de novo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Já segue o nosso canal?

Clube de Duas | Desenvolvido e gerenciado por gCampaner